segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

pollito


nao sei exatamente o porquê, mas a suas lagrimas me afetam mais do que a de qualquer outro. nao consigo guardar as minhas ao ver que voce nao se sente bem com o que esta acontecendo, assim como eu. esse seu rosto tão alegre, nao combina com a tristeza. sinceramente, voce nao é assim, eu nao quero que voce seja assim. voce sempre foi a alegria em pessoa e agora pra que chorar ? queria poder estar ocupando o lugar da dulce, te abrançando, e dizendo que no final tudo ficara bem. espere um momento, esse é o final e nada esta bem. nao chores, por favor, porque senão eu choro tambem e a dor aumenta.

Um comentário:

fake.apdg disse...

cara, você força a barra. eu tô super mal com o fim, mas tô pensando mais na any do que em qualquer outra coisa. em agosto fiquei mal demaais, e acho que já me recuperei. mentira, mas eu tenho que fingir que acredito nisso pra não ficar mal. e eu sugiro a mesma coisa. as lágrimas do pollito formam um nó instantâneo na minha garganta, e eu queria entender o motivo do fim, pra quem sabe ter palavras pra te confortar... ou pra me confortar, que nem isso eu consigo. mas, enquanto meus sonhos não se realizam, só me resta continuar sonhando, certo? na minha imaginação, o final feliz é que a banda não tem final. eu vou parar no tempo. depois te digo se isso faz bem ou não.